Notícias

10 de Novembro de 2019

10 de novembro dia de prevenção e combate à surdez

A perda auditiva pode ser detectada nos primeiros meses de vida, através da Triagem Auditiva Neonatal e tornou-se Lei no ano de 2010, devendo ser realizada em todos os nascidos no território Brasileiro. Esse exame torna-se indispensável quando pensamos que aprendemos a falar porque ouvimos, e é através da audição que iniciamos todos os nossos aprendizados, que conseguimos estabelecer comunicação com as pessoas e por tanto, onde tudo inicia.
Uma criança que não ouve muitas vezes não consegue aprender a ler, não consegue expressar o que sente e o que quer, sua dificuldade auditiva pode acarretar prejuízos linguísticos, cognitivos e auditivos, comprometendo todo o seu desenvolvimento.
Mesmo quando já passamos por esta fase de aquisição de linguagem, quando somos adultos a perda auditiva traz diversas consequências, entre elas, isolamento social, baixa qualidade de vida, esquecimentos, zumbidos, tonturas, aparecimento de demências, etc.

Segundo o IBGE, existe hoje, no Brasil em torno de 10 milhões de pessoas com algum tipo de perda auditiva, sabe-se que, um percentual muito grande dessas pessoas, não buscam solução para sua dificuldade, seja por falta de informação, seja por dificuldade no acesso, seja por preconceito.

Recomenda-se que, pelo menos uma avaliação audiológica seja realizada em diferentes fases da vida. Na criança em idade pré-escolar, no adulto jovem (em função dos fatores de risco que estamos todos submetidos em nosso dia-a-dia como exposição a ruídos excessivos, uso de agrotóxicos em nossa alimentação em geral, medicação ototóxicas, além de outros fatores genéticos e climáticos), e em pessoas de mais idade em função do processo de envelhecimento.

A FUNDEF realiza reabilitação auditiva pelo SUS, desde 2007 no município de Lajeado, tendo cadastrados mais de 7500 pacientes. Possui uma equipe técnica especializada, composta por médicos Otorrinolaringologistas, Fonoaudiólogas, Psicóloga, Assistente Social e uma equipe administrativa para apoio. Atende três coordenadorias de saúde abrangendo em torno de 50 municípios do Vale do Taquari e Rio Pardo. O ano de 2019 é um ano muito especial para FUNDEF, pois iniciamos atendimentos na área particular. Permanecemos atendendo pelo SUS, sempre primando pela qualidade técnica/científica com foco na necessidade do paciente.

A FUNDEF a partir de 02 dezembro de 2019, vamos começar a atuar em novo endereço na Av. Benjamin Constant nº 1210, bairro Centro em Lajeado/RS. As novas instalações foram pensadas para cada vez melhor atender seus pacientes.
Texto: Fonoaudióloga Rejane Londero
Responsável Técnica e Coordenadora da Área da Reabilitação Auditiva/FundeF